Tomar a decisão de parar com alisamentos e relaxamentos no cabelo é um grande passo. Mas agora você vai estar na fase mais desafiante de todo o processo: a transição capilar em si, que é quando o cabelo vai começar a ter duas texturas. A química presente no comprimento fará com que o cabelo continue liso e a raiz natural irá apresentar volume e textura características dos cabelos crespos.

Esse período de transformações pode ser delicado e difícil, mas com paciência e algumas dicas será possível passar por esses momentos com mais tranquilidade. Saiba quais são as nossas dicas para dar continuidade na transição capilar:

 

Dê início ao Cronograma Capilar

O Cronograma Capilar é uma rotina de cuidados para os seus cabelos. Ao longo dos processos químicos (relaxamentos, alisamentos, coloração) e naturais (praia, piscina, sol, vento), os fios ficaram fracos e danificados e esses cuidados ajudarão no seu fortalecimento.

Mas, antes de começar essa rotina, tenha em mente que o comprimento do cabelo que passou por tantas agressões permanentes, como os alisamentos, não voltará ao natural. O cronograma irá apenas amenizar a superfície do fio e preparar a raiz que começa a crescer. Por isso, o resultado desse cronograma poderá não ser muito perceptível durante a transição e só ser visível após o Big Chop ou quando o cabelo natural estiver com um bom comprimento.

Ainda assim, não deixe de fazer o seu Cronograma Capilar. Quem está com os fios intoxicados com muita química pode perceber que, mesmo depois da interrupção do uso de produtos químicos, os fios que crescem estão muito danificados, ressedos e frisados. Esses são os fios conhecidos como “Scab Hair”.

Scab Hair é o cabelo em crescimento que vem logo após a química. Esse fio é ressecado, sem cachos definidos, rebeldes, difíceis de modelar. Ele se encontra malformado e danificado devido ao uso de químicos que acarretarem danos ao couro cabeludo. Um folículo piloso (onde o fio se forma) danificado só irá produzir cabelos danificados. Fonte: Natural Hair Care News

Portanto, depois de tantos processos e cosméticos com substâncias químicas, é preciso tratamentos para renovar, de forma natural, esses folículos pilosos. Só então, o cabelo saudável e bonito começará a nascer.

Para nutrir esses folículos e recuperar o couro cabelo, em primeiro lugar, é preciso cuidar da alimentação. O fio se forma de dentro para fora e é o que comemos que fornecerá nutrientes para a que o folículo construa a estrutura dos fios. Uma dieta saudável irá ajudar no crescimento de fios fortes e bonitos.

Enquanto cuidamos do que está se formando lá dentro com uma alimentação saudável, temos nos atentar com os cuidados externos que oferecemos ao nosso cabelo. E aí que vem o Cronograma Capilar! Ele vai hidratar e dar vida para esses fios que estão nascendo.

Mesmo que você não perceba a formação do Scab Hair, lembre-se que ao fazer o cronograma você irá hidratar, nutrir e reparar os cabelos. Os cabelos novos terão brilho e força, resultados que ajudarão você a não desistir da sua transição.

 

Etapas do Cronograma Capilar

O Cronograma Capilar é constituído por três etapas principais: hidratação, nutrição e reconstruçãoAlém dessas, também existe uma etapa que pode ser feita em paralelo, a umectação. Cada etapa tem funções diferentes na reposição dos nutrientes que o cabelo perde ao longo dos processos químicos e naturais que passou.

Alguns cuidados importantes antes de você começar o seu Cronograma Capilar:

– Para nutrir e cuidar do seu cabelo de maneira saudável é preciso promover a desintoxicação capilar. Isso quer dizer que está na hora de parar de usar qualquer tipo de química no seu cabelo e isso inclui os cosméticos tradicionais. Eles possuem substâncias químicas como sulfatos e parabenos, que são altamente alergênicos e prejudiciais para os fios de cabelo. Mesmo após a desintoxicação, continue optando por usar cosméticos naturais, que não agridem os fios e promovem o tratamento fitoterápico.

– Respeite a ordem das etapas do cronograma. Não faça a reconstrução, sem antes ter feito a hidratação e nutrição.

– Respeite também o intervalo mínimo de 48 horas entre as etapas de hidratações e nutrições. Já para a etapa de reconstrução, é necessário um intervalo de 15 dias para a próxima aplicação.

– Se você está com muita queda capilar ou se o seu couro cabeludo está danificado, procure um profissional especializado para indicar qual é o melhor tratamento para você.

 

Etapa 1 – Hidratação

Cabelos opacos e com ressecamento? Isso é sinal de que o seu cabelo precisa de hidratação, ou seja, repor a água dos fios.

Produtos para hidratação devem ter alguns dos seguintes componentes: glicerina vegetal, vitaminas, aloe vera, extratos botânicos (extratos de plantas), sacarose ou derivados de açúcar.

Como fazer a hidratação:

- Passo 1: Lave a raiz do seu cabelo com um shampoo natural. Nós indicamos o Shampoo Natural e Vegano de Oliva, Argan, Aloe e Hibisco, da Multivegetal, ideal para cabelos ressecados.Caso você faça No-poo (lavagem sem shampoo), faça o Co-wash (lavagem com efeito condicionante). Para o co-wash, você pode utilizar o Condicionador Lippia Alba da Herbia, ideal para limpar sem agredir os fios.

- Passo 2: Aplique uma máscara de hidratação após a lavagem com o Shampoo, mas antes do condicionador. A Máscara Capilar da Livealoe dá força, vitalidade e brilho aos cabelos danificados. Faça a técnica de enluvamento, que nada mais é do que separar o cabelo em mechas, aplicar o produto e massageá-los de cima para baixo.

- Passo 3: Espere alguns minutos (conforme indicado na embalagem do produto) e retire a máscara lavando o cabelo com água fria. Dessa forma, a cutícula do fio é selada.

- Passo 4: Após a máscara, aplique o condicionador no comprimento e nas pontas, distribuindo bem o produto. O Condicionador vegano de Oliva, Argan, Aloe e Hibisco é indicado para hidratar cabelos ressecados e sem vida.

- Passo 5: Seque o seu cabelo com uma camiseta ou outro tecido de algodão, para evitar atrito e, consequentemente, o frizz.

- Passo 6: Finalize com um leave-in ou creme de pentear de sua preferência. Aplique o produto nas pontas e comprimento do cabelo, evitando aplicar na raiz. O Leave-in da Kah Noa é indicado para os cabelos crespos e em transição, ajudando na estruturação dos cachos. Caso você prefira um creme de pentear, o Creme da Multivegetal de Oliva e Argan (mesma linha do Shampoo e Condicionador) é ideal para tratar cabelos ressecados e sem vida.

Indicação de produtos para essa etapa:

hidratação cabelos crespos e cacheados

1 – Shampoo natural vegano Multi Vegetal Oliva, Argan, Aloe e Hibisco

2 – Condicionador Lippia Alba Herbia

3 – Máscara capilar natural Livealoe

4 – Condicionador natural vegano Multi Vegetal Oliva, Argan Aloe e Hibisco

5 – Creme de pentear natural e vegano Multi Vegetal Oliva, Argan, Aloe e Hibisco

6 – Leave-in vegano Kah-noa Mister Jelly para cabelos cacheados e crespos

 

Etapa 2 – Nutrição

A nutrição é uma das etapas mais importantes para os cabelos cacheados ou em transição. É nesse processo que os fios porosos e com frizz serão tratados e os lipídios serão repostos. Isso porque nos cabelos crespos a oleosidade natural da raiz tem dificuldades para chegar até as pontas.

Produtos para nutrição devem alguns dos seguintes componentes: óleos vegetais, manteigas e cereais.

Como fazer a nutrição:

- Passo 1: Assim como na etapa hidratação, lave a raiz do seu cabelo com um shampoo natural.

- Passo 2: Com a técnica de enluvamento, que explicamos na etapa de hidratação, aplique uma máscara de nutrição que contenham os componentes citados acima. Você pode utilizar a Máscara Capilar da Livealoe, apenas turbinando-a com um óleo vegetal puro ou algumas gotinhas de óleo essencial. Algumas opções são: Óleo Vegetal de Argan, que revitaliza os cabelos danificados, ou o Óleo essencial de Alecrim, que é um excelente estimulante capilar.

- Passo 3: Finalize seguindo os passos 3, 4, 5 e 6 da hidratação.

Nossa indicação de produtos para essa etapa:

transição capilar - nutrição

1 – Shampoo natural vegano Multi Vegetal Oliva, Argan, Aloe e Hibisco

2 – Shampoo Co-wash vegano Kah-noa Kiss me Softly

3 – Máscara capilar natural Livealoe

4 – Óleo Vegetal de Argan da Arte dos Aromas

5 – Óleo Essencial de Alecrim da Herbia

6 – Condicionador natural vegano Multi Vegetal Oliva, Argan Aloe e Hibisco

7 – Leave-in vegano Kah-noa Mister Jelly para cabelos cacheados e crespos

8 – Creme de pentear natural e vegano Multi Vegetal Oliva, Argan, Aloe e Hibisco

 

Etapa 3 – Reconstrução

Cabelos frágeis e quebradiços precisam de reconstrução. Essa etapa irá repor as proteínas dos fios. Mas fique atenta: a reconstrução deve ser feita com um intervalo mínimo de 15 dias e somente depois que o seu cabelo tenha passado pela hidratação e nutrição. Proteína em excesso pode enrijecer e quebrar os cabelos.

Produtos para reconstrução devem alguns dos seguintes componentes: queratina vegetal, colágeno vegetal, creatina, arginina, cisteína.

Como fazer a reconstrução:

- Passo 1: Lave a raiz do seu cabelo com um shampoo natural e enxague bem. O Shampoo Vegano de Aloe, frutas, noni e uva da Livealoe possui em sua fórmula a queratina vegetal, essencial para a reconstrução capilar.

- Passo 2: Aplique a máscara capilar de reconstrução em todo o cabelo, massageando cada mecha. A Karina Viega, do Blog Acorda Bonita, indica o uso de máscaras à base de Queratina Vegetal. Outra dica legal que ela nos deu é potencializar a sua Máscara de Hidratação com o Óleo vegetal de Jojoba, rico em ceramidas, que ajuda na reconstrução das cutículas dos fios.

- Passo 3: Enxague o seu cabelo com água fria e aplique o condicionador no comprimento e nas pontas do cabelo. Você pode optar pelo Condicionador vegano e natural Livealoe Aloe de Frutas Noni e Uva, da mesma linha do shampoo do passo 1, e que também possui queratina.

- Passo 4: Seque o seu cabelo com uma camiseta ou outro tecido de algodão, para evitar atrito e, consequentemente, o frizz.

- Passo 5: Aplique um leave-in ou creme capilar para finalizar, nunca esquecendo de não o passar na raiz. O Creme Capilar Fortalecedor natural Livealoe hidrata e reconstrói a fibra capilar.

Nossa indicação de produtos para essa etapa:

etapa3-lohas-blog

1 – Shampoo Vegano de Aloe, frutas, noni e uva da Livealoe

2 – Máscara capilar natural Livealoe

3 – Óleo vegetal de Jojoba Arte dos Aromas

4 – Condicionador vegano e natural Livealoe Aloe de Frutas Noni e Uva

5 – Creme Capilar Fortalecedor natural Livealoe

 


Etapa 4 – Umectação

A umectação nada mais é do que dar um banho de óleo nos cabelos ressecados e secos, nutrindo o cabelo por completo e ajudando no crescimento saudável dos fios.

Essa é uma etapa um pouco diferente das outras, pois é feita antes da lavagem do cabelo e pode ser feita em paralelo com as outras (hidratação, nutrição e reconstrução). Faça umectações sempre que sentir que seu cabelo está precisando ser nutrido, durante toda a transição e após ela também. Apenas não faça a umectação muito próximo da data de realizar a hidratação, pois a umectação é feita com óleo, o que impedirá que a água da hidratação penetre nos fios.

A umectação pode ser feita com óleos vegetais puros, manteiga e, até mesmo, o azeite de oliva (utilizado na cozinha) extra virgem. Para ter certeza de que está escolhendo um bom cosmético para aplicar no seu cabelo, opte pelos óleos puros e orgânicos, que garantirão o tratamento natural e intenso dos fios.

Como fazer a umectação:

- Passo 1: Antes de dormir, ou uma hora antes de lavar o cabelo, aplique no cabelo seco o óleo vegetal ou manteiga. Os óleos mais indicados são de semente de uva, de castanhas, de girassol e de coco.

- Passo 2: Massageie os fios e o couro cabeludo, para que o óleo seja absorvido.

- Passo 3: Espere passar o tempo indicado, para que os fios absorvam os nutrientes. Então, prossiga com a lavagem normal dos cabelos e com uma das etapas do cronograma, se for o dia.

Dica extra Lohas:
Para deixar a umectação mais potente, adicione cinco gotas de um óleo essencial para cada colher de óleo vegetal ou algumas gotinhas na manteiga. Nós indicamos o Óleo essencial de Alecrim, que é um estimulante da circulação sanguínea.

Dessa maneira, a umectação vai intensificar o crescimento do cabelo, além de nutrir. Essa também é uma dica especial para quem está deixando o cabelo crescer para fazer o Big Chop e sente que ele está ressecado.

Nossa indicação de produtos para essa etapa:

etapa4-lohas-blog

1 – Óleo de coco orgânico Finococo extra virgem

2 – Óleo Vegetal Jaguacy de Abacate

3 – Óleo Vegetal Arte dos Aromas de Argan

4 – Óleo Essencial Herbia de Alecrim

Agora que você já entendeu todas as etapas, abaixo nós trazemos uma proposta de Cronograma Capilar para cabelos danificados. Comece com esse modelo e veja em qual momento você sente que teu cabelo teve uma melhor resposta. A partir daí, crie o seu próprio cronograma, adaptando-o às suas necessidades. Você pode diminuir o número de etapas na semana ou repetir a etapa que seu cabelo teve melhor resultado.

Apenas lembre-se sempre dos intervalos mínimos entre cada etapa – 48 entre hidratações e nutrições e 15 dias entre reconstruções. Faça umectações antes das etapas, sempre que achar necessário.

transicao capilar - cronograma capilar

 

Técnicas de texturização para os cabelos

Conforme a raiz do seu cabelo vai crescendo, você vai perceber duas texturas diferentes. A lisa, ainda com química, e a raiz volumosa, ainda sem cachos definidos. Você vai sentir a tentação de alisar a raiz para baixar o volume, mas lembre-se que o calor intenso pode quebrar e queimar os fios que estão nascendo, tornando a transição ainda mais desafiante.

Portanto, deixe a chapinha e o secador de lado invista o seu tempo fazendo texturizações, que vão disfarçar a parte lisa, deixando-a com uma aparência natural.

Existem muitas técnicas de texturizações que blogueiras e youtubers explicam. Nós vamos falar aqui das mais tradicionais, mas faça testes no seu cabelo e veja com qual você se adapta melhor. Lembramos que essas texturizações podem ser feitas também depois da transição capilar, dando um novo visual para os seus cachos.

 

 Texturização com coquinhos

Essa é uma das texturizações mais simples de se fazer e muito utilizada por quem está em transição.

Você vai precisar de:

Creme de pentear, Leave-in ou ativador de cachos
– Elástico ou grampo para prender o cabelo
Finalizador para as pontas

- Passo 1: Separe o seu cabelo seco ou levemente úmido em mechas. Em cada uma, aplique uma pequena quantidade de leave-in, creme de pentear ou ativador de cachos.

- Passo 2: Torça e enrola as mechas até formarem pequenos coques, ou seja, os coquinhos.

- Passo 3: Com o elástico ou grampo, prenda cada coquinho.

- Passo 4: Você pode dormir com os coquinhos, amarrando um lenço em volta do cabelo, para evitar que eles desmanchem ou tenham frizz. Se você se sentir desconfortável para dormir, faça os coques de manhã e espere algumas horas para soltar.

- Passo 5: Antes de soltar, passe o óleo finalizador nas mãos, para evitar frizz, e desfaça os coques. Com os dedos, abra um pouco os cachos.

- Passo 6: Para finalizar e se você achar necessário, aplique um óleo finalizador nas pontas.

 

 Texturização com Twists

Fazer a texturização com Twists exige um pouco mais de tempo e paciência, mas é uma técnica bastante efetiva.

Dica Lohas: Durante a transição, para cabelos muito crespos na raiz, talvez essa texturização não dê tão certo. A raiz fica muito diferente da parte alisada e texturizadas com Twists. Mas se você se enquadra nesse caso, aposte nos twists após a transição, para ajudar a desembaraçar no dia a dia e ainda criar um novo visual.

Você vai precisar de:

Creme de pentear, Leave-in ou ativador de cachos
Finalizador para as pontas

- Passo 1: Penteie com os dedos ou um pente largo os cabelos secos ou levemente úmidos, nunca encharcados.

- Passo 2: Aplique o seu leave-in ou creme para pentear ou ativador de cachos em todo o cabelo.

- Passo 3: Separe todo ele em mechas. Quanto menor cada mexa, mais fino será o twist e mais volume de cachos o cabelo terá.

- Passo 4: Separe essas mechas em duas partes e vá enrolando uma na outra, como uma trança de duas partes. O resultado será várias mechas retorcidas.

- Passo 5: O ideal é que você durma com os twists para que o cabelo tenha tempo o suficiente para texturizar.

- Passo 6: No dia seguinte, coloque algumas gotas de óleo finalizador na mão e passe nas pontas dos twists. Com os dedos, desfaça delicadamente os twists e vá abrindo os cachos.

Da mesma maneira que você faz os twists, você também pode seguir os mesmos passos e texturizar com várias tranças em todo o cabelo.

Além dessas técnicas que citamos acima, existem muitas outras que podem ser feitas com acessórios, como os tradicionais bigudins e bobs. Como você percebeu, o conceito principal é: passar um creme ou leave-in no cabelo seco ou úmido, enrolar as mechas, prender na cabeça, aguardar o tempo determinado, soltar levemente com os dedos e passar um óleo finalizador.

Nossa indicação de produtos para as texturizações:

textutizações-lohas-blog
1 – Creme de pentear natural Multi Vegetal Oliva, Argan, Aloe e Hibisco

2 – Leave-in vegano Kah-noa Mister Jelly para cabelos cacheados e crespos

3 – Óleo finalizador para pontas Vyvedas de Abacate, Côco e Argan

 

Big Chop: você já ouviu falar?

Quando se fala em transição capilar, o Big Chop é muito lembrado e é um dos momentos mais marcantes para as mulheres em transição.

“Big Chop” significa “grande corte” e é como se chama o momento em que é cortado todo o cabelo alisado, se livrando de toda a química e ficando apenas com a raiz natural.

Para algumas, esse é um momento libertador, de renascimento para sua beleza natural. Vemos relatos de muitas mulheres que fizeram o BC que se sentiram com maior autoestima e alegria. Para outras, pode levar algum tempo para se acostumar com o novo visual, especialmente porque o cabelo costuma ficar muito curto após o BC. O tamanho do corte vai depender do quanto a pessoa deixou a raiz crescer durante o início do processo de transição.

Lembre-se que nem todas as mulheres precisam optar pelo BC, afinal, é possível também esperar o cabelo crescer e fazer pequenos cortes para, aos poucos, ir tirando a química. No entanto, ao fazer o BC você se livra de vez das duas texturas e da química, tratando apenas os cabelos novos e cacheados.

Ao tomar essa decisão, tenha absoluta certeza de que você realmente quer isso. Talvez seja muito difícil ouvir comentários negativos que podem vir de pessoas próximas. Além disso, no começo o cabelo pode ter muito frizz e não ter aquela definição tão sonhada. Vai ser preciso paciência para esperar crescer e muita dedicação no Cronograma Capilar para nutrir os fios.

A Karina Viega, do Blog Acorda Bonita, fez o BC após aplicações de química para coloração. Em um post no blog, ela conta como foi a sua experiência ao fazer o Big Chop e dá dicas de como seguir em frente. Clique aqui e confira.

antes-e-depois-BC-lohas-blog

O Big Chop é uma escolha que vai depender do estilo e da personalidade de cada pessoa e ela deve ser feita com tranquilidade.

Estimulantes capilares para acelerar o crescimento durante o BC:

Tônico-blog-lohas-600x150

oleo-blog-lohas-600x150

 

Acessórios para o dia a dia

Depois do BC ou ainda com as partes lisas, você pode apostar no uso dos acessórios. Eles vão te ajudar a se sentir ainda mais bonita e curtir muito essa fase.

Acessórios legais para usar durante a transição capilar:

– Turbantes
– Tiaras
– Lenços
– Colares
– Brincos grandes
– Maquiagem

Conforme o crescimento, você também poderá começar a investir em penteados, sobre o que iremos falar na próxima etapa.

Revisando o que você aprendeu até aqui:

– O que é o Cronograma Capilar
– O que é o Scab Hair
– Etapas do Cronograma Capilar
– Texturizações
– Big Chop
– Acessórios para Transição Capilar

Clique aqui e descubra o que te espera na próxima etapa “Em finalização da Transição Capilar